Até o dia 30 de janeiro, estão abertas as inscrições para o processo seletivo do MIDI Tecnológico, incubadora gerida pela Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE) e mantida pelo Sebrae/SC.  As empresas nascentes e empreendedores irão passar por três etapas de avaliação: descrição do projeto, entrevista presencial e banca final. Serão selecionadas 6 startups e o resultado será divulgado em março.

Os candidatos poderão participar de um treinamento para qualificar as apresentações das propostas, no dia 25 de janeiro, das 14h às 16h. As inscrições para o workshop devem ser realizadas através do site https://www.eventick.com.br/workshop_midi.

Mais informações sobre os critérios de inscrição e avaliação podem ser encontrados no edital do processo seletivo, assim como os documentos exigidos. Gabriel Santos, coordenador do MIDI, ressalta que o empreendedor é o principal avaliado durante o processo: “As soluções podem mudar ao longo do tempo, o que fará a empresa progredir é a vontade e disposição dos empreendedores”, explica Santos.

Pré-incubação

A porta de entrada de uma incubadora é a fase de pré-incubação, que pode durar até 12 meses e é quando os empreendedores validam o produto ou serviço minimamente viável ou modelo de negócio, com base na interação com o mercado. Para iniciar no processo de pré-incubação do MIDI não é necessário que a empresa esteja formalmente constituída – se selecionada, ela terá até 90 dias para ser formalizada.

Durante o período de pré-incubação, as startups serão alocadas em um espaço compartilhado próprio da incubadora, no Centro de Inovação ACATE (CIA) Primavera. Os empreendedores terão acesso a diversos serviços e benefícios, como contato com rede de empresários e investidores, treinamentos, consultorias especializadas, associação à ACATE e participação nas Verticais de Negócios. A contribuição mensal nesta modalidade é de R$ 550 por posto de trabalho.

Após esta fase, a empresa estará apta para ser incubada no MIDI Tecnológico. Para Kamila Bittarello, coordenadora técnica da entidade, o sucesso depende da dedicação dos empreendedores. “É necessário que a equipe esteja envolvida com o projeto, que tenha conhecimento técnico, de gestão e de mercado para que o seu desenvolvimento seja pleno”, destaca.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (48) 2107-2739 ou pelo e-mail midi@acate.com.br.

Sobre o MIDI

Selecionado quatro vezes como melhor incubadora do país pela Anprotec, o MIDI Tecnológico já ajudou no desenvolvimento de 108 empresas de tecnologia na Grande Florianópolis, o que representa cerca de 13% dos empreendimentos do setor na região. Por meio das mentorias e capacitações que oferece, a incubadora se preocupa há 18 anos em desenvolver ideias de negócios inovadores e empreendedores. O método utilizado ainda compreende aproximação com o mercado, investidores e empresários o que ajuda na validação do negócio, mandando para o mercado empresas com alto potencial de desenvolvimento: cerca de 85% dos negócios iniciados no MIDI ainda estão em funcionamento.

 

Fonte: Acate

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.