Empresas como Vale, ArcelorMittal e EDP Escelsa entenderam de perto os projetos na área de metalmecânica

Na tarde da última terça-feira (20), seis dos 150 projetos que chegaram até a semifinal do Programa Sinapse da Inovação – Conexão ES, foram apresentados a empresas como ArcelorMittal, Vale e EDP Escelsa, à convite do Centro Capixaba de Desenvolvimento Metalmecânico (CDMEC).

O encontro foi realizado no Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e de Material Elétrico do Estado do Espírito Santo (Sindifer), a partir da parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), que desenvolveu o Sinapse no estado, e do CDMEC.

As apresentações buscaram alavancar cada projeto e possibilitar o início da comercialização de cada uma das ideias. “Quando iniciamos o Sinapse da Inovação nós já imaginávamos os pós eventos que poderiam ser gerados a fim de impulsionar cada projeto, e este é um desses. Para as empresas na área de metalmecânica, esta é uma oportunidade incrível, pois o CDMEC possui um papel sinérgico como gestor da inovação nesta categoria”, destacou o diretor-presidente da Fapes, José Antônio Bof Buffon.

Confirmando a fala do presidente da Fundação, o presidente do CDMEC, Durval Vieira de Freitas citou que a área de ciência, tecnologia e inovação interessa ao Centro, e que o objetivo é sempre alinhar à categoria a tais temáticas. “Queremos sempre aproximar os jovens empreendedores, porque estão mais atualizados quanto à tecnologia, e sempre possuem ideias inovadoras, além de muita criatividade. O Sinapse vai ao encontro de nosso objetivo e de muitas outras instituições. Foi um importante programa para a aceleração da inovação aqui no Estado”, disse.

Projetos

Um dos projetos apresentados foi o da empreendedora Harliany de Brito Matias, que consiste na criação de um aplicativo para celular, com o objetivo de facilitar a quantificação numérica de madeira empilhada. Atualmente esse processo é realizado de forma manual e demanda um tempo e gasto que seria consideravelmente reduzido utilizando métodos fotográficos.

Além desse, também foram apresentados projetos que evitam o desperdício de energia, a flexibilização da destinação de resíduos, economia de energia, e a melhoria de manutenção na troca de luz de postes.

Sinapse da Inovação Espírito Santo

O Programa Sinapse da Inovação teve o objetivo de selecionar as 50 melhores ideias de empreendimento de todo o Estado, e apoiar financeiramente, com recursos do Governo do Estado, por meio da Fapes, a fim de que as ideias se tornem empresas, impulsionando a economia do Espírito Santo também para a área da tecnologia e inovação.

Criado pela Fundação Certi, em Santa Catarina, e desenvolvido pela primeira vez no Espírito do Santo pelo Governo do Estado, por meio da Fapes, nesta primeira edição, o Sinapse reuniu 1.272 ideias, onde 50 receberam o aporte financeiro da Fapes de até R$ 50 mil reais.

Desde o seu lançamento em 2008 até a 5ª edição catarinense, em 2016, o Sinapse da Inovação apoiou a criação de 385 empresas em Santa Catarina, das quais 72% estão ativas no mercado com um faturamento estimado de mais de R$ 100 milhões no último ano. Além disso, o programa incentivou a formação de mais de 350 relações de parcerias entre startups, universidades, grandes empresas e toda a rede de incubadoras do estado.

Serviço

Apresentações de projetos do Sinapse da Inovação

Data: 20/02

Local: Sindifer

Endereço: Rua Juiz Alexandre Martins de Castro Filho, 180 – Santa Luiza, Vitória

Horário: 15h

 

Confira algumas fotos do evento!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *