O renomado programa Academia-Industry Training (AIT) visa auxiliar pesquisadores e empreendedores da Suíça e do Brasil no desenvolvimento de seus projetos e estudos para o mercado e a indústria. A 7ª edição do programa está com inscrições abertas até 15 de junho de 2020.

Training Camp consiste em uma semana de treinamento no Brasil e na Suíça oferecendo oportunidades para os candidatos traçarem estratégias concretas através de workshops sobre plano de negócios, acesso ao mercado e técnicas de financiamento. A semana inclui também aulas de pitching e chance de os participantes conhecerem os mercados brasileiro e suíço com visitas, momentos de networking e atividades de imersão nos ambientes de inovação e empreendedorismo de ambos os países.

Participantes Academia-Industry Training, em 2019

Datas importantes

  • Lançamento de chamadas: 13 de maio de 2020;
  • Prazo para apresentação de candidaturas: 15 de junho de 2020;
  • Anúncio de entrevista selecionados projetos: 29 de junho de 2020;
  • Entrevistas de seleção: 6 a 8 julho 2020;
  • Anúncio do resultado final: 10 de julho de 2020;
  • Treinando semana no Brasil (RJ e SP): 23 a 27 de novembro 2020;
  • Treinando semana na Suíça: 12 a 16 de abril de 2021.

Sinápticos premiados

Vale lembrar que a terceira edição do Academia-Industry Training, em 2016, contou com a presença, e o destaque, de três startups contempladas no Sinapse da Inovação representando a categoria brasileira. A Revella, representada por Mateus Vieira Carlesso, que atua na área de pesquisa e desenvolvimento de produtos relacionados à biotecnologia, foi premiada com primeiro lugar entre as startups participantes do programa. A startup i9 Biotec, representada por Maria de Lourdes Borba Magalhães, atualmente conhecida como Scienco Biotech, voltada para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos inovadores, recebeu o terceiro lugar. Além das duas vencedoras, outra sináptica, a NanoVets representada por Leandro Antunes Berti, também foi  finalista e recebeu a premiação de melhor pitch.

Representantes da NanoVets, Revella e i9 Biotec ao lado de Leandro Carioni (Diretor de Empreendedorismo e Inovação da fundação CERTI)

No ano seguinte, o Academia-Industry Training 2017 estava em sua quarta edição e também contou com a presença de sinápticos. Dois projetos classificados no programa Sinapse da Inovação foram selecionados pela Swissnex Brazil para se apresentarem no último dia do evento a uma banca de jurados, composta por especialistas na área de inovação, investidores e outros. As empresas selecionadas foram a Smile Alge, representado por Denise Endringer, professora e pesquisadora da UVV, que conquistou o primeiro lugar e o Sensor Óptico aplicado à Bioengenharia de Órgãos, apresentado pela Rayssa Helena Arruda Pereira Sensor Óptico, doutoranda pela UFES, que acabou conquistando o quarto lugar entre as startups participantes.

Rayssa Helena Arruda à esquerda e Denise Endringer à direita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *