Inscrições abertas para o programa Academia-Industry Training 2018

 

Se você é um pesquisador brasileiro com perfil empreendedor, essa é uma oportunidade que você não pode perder!

A Swissnex Brasil, em colaboração com a Universidade de St. Gallen, o HSG Center for Entrepreneurship, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), anunciou a quinta edição do treinamento de pesquisadores-empreendedores brasileiros e suíços: “Academia-Industry Training” (AIT).

O AIT é um programa altamente reconhecido que conecta pesquisadores-empreendedores promissores da Suíça e do Brasil com a indústria, para que haja possibilidade de aplicação das suas pesquisas de alto nível ao mercado. O programa incentiva pesquisadores internacionais a trabalhar juntos, compartilhar melhores práticas, entender novos mercados e explorar sinergias. O campo de treinamento de uma semana oferece uma introdução substancial ao empreendedorismo, apresentando oficinas de redação de planos de negócios, cenários de entrada no mercado, estratégias de financiamento e aulas de pitching, bem como um profundo conhecimento das oportunidades do mercado brasileiro e suíço.

Quem pode participar?

– Pesquisadores brasileiros com um espírito empreendedor;
– A partir do nível de Mestrado;
– Proficientes em inglês;
– Quem busca transformar sua pesquisa em uma inovação para o mercado.

Calendário

Inscrições abertas: 31 de maio – 13 de julho
Processo de avaliação e entrevistas: 16 de julho – 10 de agosto
Brazil Camp – uma semana de atividades no Rio de Janeiro e São Paulo: 26 de novembro – 30 de novembro
Switzerland Camp – uma semana de atividades na Suíça: Abril de 2019

Saiba mais sobre o AIT Camp 2018 no site.

 

Sinápticos vencedores do AIT Camp

Os Sinápticos são destaque na competição! No ano de 2016, as sinápticas Revella e i9 Biotec conquistaram o 1º e 3º lugar. A Revella, representada por Mateus Vieira Carlesso, atua na área de P&D em biotecnologia e desenvolve um revelador de patógenos. A i9 Biotec, representada pela Maria de Lourdes Borba Magalhães, professora da Universidade do Estado de Santa Catarina, é voltada para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos inovadores, incluindo kits de purificação de amostras de DNA, enzimas biotecnológicas e outros insumos.

Neste ano, dois projetos classificados no programa Sinapse da Inovação Espírito Santo foram selecionados pela Swissnex Brazil e conquistaram o 1º e 4º lugar! As empresas selecionadas foram a Smile Alge, apresentada no Sinapse como “Fármacos com bioativos de alga da costa do Espírito Santo”, representada pela professora e pesquisadora da UVV Denise Endringer, e o Sensor Óptico aplicado à Bioengenharia de Órgãos, apresentado pela Rayssa Helena Arruda Pereira Sensor Óptico, doutoranda pela UFES.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *