O programa de aceleração de startups Darwin Starter está com as inscrições abertas para seu terceiro ciclo de atividades. Assim como na segunda turma, o objetivo é oferecer recursos e oportunidades para projetos iniciais nas áreas de seguros (Insurance), fintech, telecom e big data, segmentos de atuação dos quatro parceiros corporativos do programa: CNseg Par, Cetip, Neoway e RTM. As startups selecionadas recebem durante os seis meses de aceleração, investimento financeiro, mentorias, conexões, acesso ao mercado e todo suporte necessário para crescer. O cadastro para participar do processo seletivo pode ser feito até o dia 02 de abril, pelo site www.darwinstarter.com.br.

A expectativa é selecionar entre 10 e 15 startups, de qualquer estado brasileiro, que já estejam obrigatoriamente formalizadas e ativas na pessoa jurídica. Os selecionados receberão investimento inicial de R$ 170 mil em troca de participação minoritária de 12%. Os negócios que apresentarem boa performance ao longo da aceleração de seis meses poderão receber mais aportes do grupo. No primeiro ciclo, em 2015, cinco das dez empresas que foram aceleradas pelo Darwin receberam novos investimentos, totalizando uma captação de cerca de R$ 6 milhões até o momento.

Os principais critérios que serão avaliados no processo seletivo serão o negócio em si (produto ou serviço), a qualificação e engajamento da equipe de empreendedores e o tamanho do mercado alvo da solução, além da maturidade do projeto. A sede da aceleradora, ponto de encontro entre os empreendedores e mentores, fica no Centro de Inovação ACATE (CIA) Primavera, no norte de Florianópolis.

Além do aporte financeiro e do acompanhamento dos parceiros corporativos, as empresas contarão com assessoria jurídica e contábil, acompanhamento psicológico dos empreendedores, co-working para trabalhar, ciclos de capacitação e ferramentas para apoiar o desenvolvimento da startup. No total, os serviços oferecidos durante o período de aceleração podem chegar a R$ 500 mil em benefícios, entre eles acesso a Cloud Service, CRMs e ferramentas de marketing. 

As sinápticas Horus e Ocean Drop, oriundas da quarta edição do Sinapse em Santa Catarina, já passaram pelo Darwin, tiveram seus processos aprimorados e crescimento alavancado com o apoio da aceleradora. A Horus desenvolve drones para mapeamento e controle, atuando na agricultura, topografia, mineração e controle ambiental. E a Ocean Drop, desenvolve superfoods a partir de algas, sendo a Chlorella e Spirulina em cápsulas, seus principais produtos.

Para Marcos Mueller, CEO do Darwin Starter, as vantagens do modelo de aceleração com parceiros corporativos vão além do suporte financeiro: “ter o apoio de organizações já consolidadas em seus mercados ajuda as startups a terem acesso a pessoas e empresas que não conseguiriam tão fácil e rapidamente. Além disso, os empreendedores podem contar com todo o conhecimento e experiência de mercado destes parceiros corporativos para acelerar o desenvolvimento de seus negócios”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *