Apresentação2

Faça o download gratuito do livro do Sinapse da Inovação e conheça mais sobre a história do programa e seus cases de sucesso.

O Sinapse da Inovação é um programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que oferece recursos financeiros, capacitações e suporte para transformar ideias inovadoras em empreendimentos de sucesso.

Idealizado pela Fundação CERTI em 2008, o programa já realizou seis edições em Santa Catarina, promovidas pelo Governo do Estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catatina – FAPESC em parceria com o SEBRAE/SC, e lançou em 2015 sua primeira edição no Amazonas, promovida pela Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação – SEPLANCTI, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas – FAPEAM.

Objetivo

Transformar e aplicar as boas ideias geradas por estudantes, pesquisadores, professores e profissionais dos diferentes setores do conhecimento e econômicos em negócios de sucesso.

Etapas

Cada operação do Programa Sinapse da Inovação é composta por cinco etapas principais, como mostra a figura abaixo.

Etapas

Quando o Sinapse da Inovação é aplicado pela primeira vez em um estado, é feita a  análise do Ecossistema de Inovação da região para a identificação das vocações, potenciais, tendências e oportunidades da região, bem como de seus principais atores de CT&I. Esta etapa prévia garante que o edital do programa seja construído de forma personalizada para cada região.

Na sequência, é feita a articulação e preparação do programa, com a implementação dos comitês de governança; apresentação da oportunidade e articulação com incubadoras e pré-incubadoras parceiras; preparação do portal, ferramentas e materiais de Marketing.

A etapa de lançamento e divulgação tem início com a publicação do edital. Além do evento de lançamento, são realizados diversos eventos de divulgação em universidades, escolas técnicas, incubadoras e associações para incentivar a submissão de ideias junto ao público-alvo.

A partir da etapa de capacitação, proposição e seleção das propostas, os empreendedores inscritos recebem capacitações para o aprimoramento de suas ideias, que são avaliadas por um time de especialistas de todo o estado. As mais preparadas são selecionadas para as fases seguintes, chegando-se a seleção de cerca de 100 projetos que serão contemplados com a subvenção econômica (quantidade varia de acordo com cada edital).

Os projetos aprovados recebem orientações para a abertura da empresa, suporte durante seis meses para o aperfeiçoamento do produto, capacitações, e suporte para o contato com primeiro cliente e com investidores na etapa de operacionalização do empreendimento e pré-incubação.

Por fim, ocorre a auditoria e avaliação das empresas com o objetivo de verificar a evolução alcançada por cada uma delas.