Foram 1851 ideias inovadoras recebidas e ao fim do processo o programa irá contemplar 100 ideias inovadoras.

Na última sexta-feira, dia 17 de maio, foram encerradas as inscrições para o Sinapse da Inovação Paraná, programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que visa transformar ideias em negócios de sucesso. Promovido pelo Governo do Estado por meio da Celepar e Fundação Araucária, operado pela Fundação Certi e apoiado pelo Sebrae e Sistema Fiep, a edição paranaense do Sinapse bateu o recorde de inscrições recebidas, com 1851 propostas inovadoras.

Até a data de hoje, já foram mais de 6 mil usuários cadastrados na plataforma, oriundos de 265 municípios do estado, um envolvimento e representatividade de mais de 66% das cidades paranaenses. Ao realizar o cadastro, os participantes puderam propor ideias inovadoras, interagir com outros projetos e assistir às capacitações empreendedoras.

Das 1851 ideias inovadoras recebidas, 877 foram submetidas por estudantes, professores e pesquisadores vinculados a 55 instituições de ensino. As instituições com maior número de ideias submetidas foram a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), com 183 ideias; Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR), com 95; a Faculdade de Pato Branco (FADEP), com 71 ideias. A instituição de origem das propostas é declarada pelos empreendedores no momento da submissão.

Do total, 25% das soluções apresentadas se aplicam ao setor de TI e Comunicação (TIC); 19% ao setor de Saúde e Bem-Estar e 8% se aplicam no setor de Economia Verde, seguidos de Educação e Economia Criativa, também com 8%. Agronegócio (6%), Mecânica e Mecatrônica (5%), Eletroeletrônica e Tecnologia de Alimentos (4%), Mobilidade e Transportes, Químico e Materiais e Construção Civil (3%); Biotecnologia (2%), Turismo e Energia, com 1%, completam a lista de 15 setores prioritários do programa.

Quanto à distribuição geográfica dos proponentes das ideias, as mesorregiões que mais submeteram propostas foram o Norte Central, com 373 ideias, a Metropolitana de Curitiba, com 285 ideias e a região Sudoeste, com 280 propostas. No total, as ideias são provenientes de 139 municípios paranaenses e as cidades com maior número de ideias submetidas foram Curitiba (244), Guarapuava (185) e Londrina (166).

Dentre os empreendedores que submeteram projetos, 36% são pós-graduados ou estão cursando uma pós-graduação e 54% concluíram ou estão cursando o ensino superior. Também apresentaram ideias pessoas com formação técnica em andamento ou concluída (4%) e nos níveis médio (4%) e fundamental (2%).

As próximas etapas do programa selecionarão as melhores ideias para receber o fomento em três etapas, Fase 1, que selecionará 300 projetos, na Fase 2 serão 200 selecionados e na Fase 3, 100. O resultado preliminar da Fase 1 será divulgado no dia 10/06 e as ideias que passarem pelas 3 fases de seleção, receberão R$ 40 mil em subvenção da Fundação Araucária. Ao longo de todo o processo os participantes recebem também diversas capacitações para aprimorar e validar seus projetos.

O recorde é paranaense

O Sinapse da Inovação Paraná superou todos os números em sua primeira edição: recebeu 1851 ideias inovadoras e mais de 6mil participantes cadastrados no portal. Idealizado em 2008 pela Fundação Certi, o programa rodou 6 edições em Santa Catarina, uma no Espírito Santo e uma no Amazonas. Até então, SC mantinha o maior número de ideias submetidas, com 1791 propostas, seguido do ES, com 1272 e AM, com 1188 ideias.

Confira todos os detalhes das ideia submetidas no infográfico abaixo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *