Com participação representativa no concurso de aceleração da Alemanha – Advanced Material Competition, Santa Catarina mostra que está conquistando cada vez mais força e tornando-se referência no universo de empreendedorismo inovador. Do total de 38 empresas inscritas no programa, lançado pela rede internacional INAM (Innovation Network for Advanced Materials) para alavancar startups, 8 são brasileiras e dessas, 7 são de SC.

Outro fator relevante é a ligação de todas as empresas catarinenses com a Fundação CERTI, responsável por promover há mais de três décadas inovação e tecnologia no Sul do país. Das 7 startups catarinenses inscritas no concurso internacional, 6 são oriundas do Programa Sinapse da Inovação, sendo que uma delas está incubada no CELTA, e a sétima foi criada dentro da mesma incubadora. Tanto o Sinapse quanto o CELTA são mecanismos criados e gerenciados pela CERTI.

Após a inscrição no programa de aceleração, organizado pela rede INAM, de Berlim, as 38 startups escolhidas irão se reunir ao longo de 6 semanas com equipes corporativas, pesquisadores e mentores, para trabalharem juntas. Durante o programa, as empresas também receberão treinamentos, assim como orientações de negócios e tecnologia para desenvolver produtos e soluções inovadoras.

Ao final do ciclo de aceleração, 20 empresas serão selecionadas e irão ganhar 50.000 euros em dinheiro e serviços para transformar seu produto/solução em um grande negócio de sucesso.

Lista dos países inscritos do total de 38 empresas:

Alemanha: 13

Brasil: 8   (7 de SC – 6 do Sinapse/2 do Celta – e 1 de Pernambuco)

Inglaterra: 4

EUA: 3

Itália: 2

Espanha: 2

Índia: 2

Ruanda: 1

Israel: 1

Noruega: 1

Costa do Marfim: 1

O tema ganhou destaque na coluna de hoje da jornalista Estela Benetti, do Diário Catarinense:

Notícia Estela Benetti

Fonte: Assessoria de Comunicação CERTI

Comments are closed.