Nesta terça-feira, (15), o último workshop do Sinapse da Inovação PR movimentou o ecossistema do estado. Com o tema Captação de recursos, o workshop reuniu as 89 startups contempladas pelo Programa, representantes do Governo do Paraná e parceiros de inovação do estado paranaense e de Santa Catarina.

Com o objetivo de instruir sobre o uso dos mecanismos de investimento e captação de recursos para desenvolver negócios de sucesso, os participantes acompanharam exposições sobre o tema. Na abertura do evento, o Diretor Técnico do SEBRAE PR, Júlio Agostini falou sobre a importância do workshop.

“Esse é um evento de encerramento, portanto um momento de comemorar resultados! Foram quase 1800 participantes para estarmos aqui hoje com 89 startups”, elogiou.

Leandro Carioni, Diretor Executivo da Fundação CERTI, elogiou a atuação de parceiros que contribuíram para que a primeira edição do Sinapse da Inovação no estado do Paraná fosse bem sucedida. “Uma das características que nós tivemos no Sinapse PR foi a união de esforços”, comentou.

O Diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fundação Araucária, Luiz Márcio Spinosa, explicou aos participantes como conseguir subvenção econômica através de plataformas e programas nacionais e internacionais. Outro ponto abordado por Spinosa foi a percepção de como são aplicados os investimentos na atualidade.

“Se tem melhor investimento ou melhor recurso para ser aplicado é em pessoas. E os empreendedores são os principais agentes de transformação das regiões do nosso país”, explicou.

Também participaram do workshop Thiago Lobão de Almeida, Founder e CEO da Catarina Capital, o Diretor da ABFINTECHS e Partner da A55, Renan Schaefer, Gustavo Comeli da Distrito Aceleradora, Marcos Buson da Hards Aceleradora e Darwin Startups e Marcela Milano, consultora de negócios do Sebrae PR.

Com o objetivo de gerar networking entre as startups participantes e os parceiros convidados, oportunizar a troca de feedbacks e estabelecer parcerias, 28 startups contempladas puderam apresentar suas soluções inovadoras em dinâmica de banca de pitch. Com a presença de avaliadores convidados, os empreendimentos foram distribuídos em quatro bancas por setor de aplicação.

Na banca 1, com as startups de Tecnologia da Informação e Comunicação, estavam presentes Alisson Rodrigues, gerente de Inovação no Parque Tecnológico Itaipu, Enelvo Martinelli da Qexpert, Robinson Patroni da Software by Maringá e Tonia Mansani da Prefeitura de Ponta Grossa.

Já na banca 2, com startups do setor de Químico e Materiais, TI e Comunicação, Eletroeletrônica e Saúde e Bem-estar, participaram Cristiano Teodoro da Aceleradora Hotmilk da PUCPR, Eduardo Akira da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Campo Mourão, Fernando Molin da UTFPR, Professor Rubens de Faria da UTFPR e Victor Donaduzzi do Biopark.

O setor de Biotecnologia, Saúde e Bem-Estar e Químico e Materiais ficou com a banca 3 e foi composta por Fabricio Maestá da UTFPR, Suzy Jacob da EVOA Aceleradora e Thiago Furlani Zilinski da Azitrade e da Starta.

Por final, na banca 4 do setor de Sustentabilidade e Meio Ambiente estavam presentes Carlos Bizzotto da Fundação CERTI, Heron Santos Lima das Empresas Clean-up Biotecnologia e SoinVie Biossegurança, Juliana Alvarenga da EVOA Aceleradora e Vitor da Fundação CERTI e da ImpacTech.

O Sinapse da Inovação é um programa de incentivo ao empreendedorismo inovador que visa transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso. Promovido pelo Governo do Estado do Paraná por meio da Fundação Araucária, operado pela Fundação Certi e apoiado pelo Sebrae e Sistema Fiep, a primeira edição paranaense do programa bateu o recorde de inscrições recebidas, com 1851 propostas inovadoras, e gerou 89 novas startups.

Para aqueles que não conseguiram participar do workshop, o vídeo do evento está disponível no canal do Youtube do Sinapse.

Ana Victoria
Analista de Inovação e Empreendedorismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *